Pesquisar

domingo, 6 de janeiro de 2013

Avaliação - Eragon

Terminei de ler o livro Eragon, primeiro volume do Ciclo da Herança, escrito por Christopher Paolini e lançado pela Rocco. Bom, o que eu tenho a dizer sobre este livro? Confesso que demorei muito para comprar, todos falavam sobre este livro mas eu nunca havia tido interesse em lê-lo, mas mês passado decidi comprar, com receio (pois não sou de gostar muito de dragões, anões e elfos) e acabei adorando o livro, recomendo, achei o livro envolvente, (fiquei surpreendido quando li que Paolini começou a escrever ele com 15 anos, soube escrever melhor que muitos autores adultos), com uma excelente base e histórias que tem tudo para fazer sucesso, o escritor mesmo disse que escreveu esta série inspirado em Senhor dos Anéis e no decorrer da leitura percebemos uma grande semelhança, com aventuras, batalhas, bastante cenas de ação, anões, elfos, feitiços e tudo o mais. Percebi também que as lutas e perigos se resolveram fáceis, acabei gostando disso, sei que muitos não gostam, mas eu prefiro livros que resolvem logo aquele problema e partem para a próxima intriga! Um lado que acho meio chato do livro é que bastante tempo ocorre com eles viajando, mesmo problema dos livros do Tolkien, no qual ele descreve muitos detalhes e muito tempo na viajem, que se baseia apenas em caminharem nas florestas, estradas, acender fogueiras, comer, dormir, caçar... mesmo assim são poucos os pontos negativos. Enfim, o livro é ótimo, irei comprar a sequência.
      Sobre a edição da editora achei excelente, muito boa, as letras da capa são prateadas e as folhas são ótimas para livros. O mapa que tem no começo do livro também é de grande ajuda, muito fácil de achar os lugares. 

Avaliação: 9,0
Personagem Favorito: Eragon
Páginas: 466

EragonEragon é o romance de estreia de Christopher Paolini, uma história repleta de ação, perigosos vilões e locais fantásticos. Com dragões e elfos, cavaleiros, lutas de espadas, inesperadas revelações e, claro, uma linda donzela que é muito bem capaz de cuidar de si própria. O protagonista, de quinze anos, é um pacato rapaz do campo, que ao encontrar na floresta uma pedra azul polida, se vê da noite para o dia no meio de uma disputa pelo poder do Império, na qual ele é peça principal.

6 comentários:

  1. Também vejo falar muito da série, o que me deixa curiosa pra ler, mas ainda não arrisquei.
    Gostei da sua resenha, deu pra ter uma idéia boa, vou ler sim.
    Gosto das capas da série. :)

    ResponderExcluir
  2. Olá, olá!
    Boa resenha! Interessante você gostar de soluções mais rápidas para os conflitos. Este foi, na verdade, um dos pontos que mais me desagradou no - agora - Ciclo da Herança!
    Eu não daria uma nota tão alta, mas sem dúvidas recomendaria o (s) livro (s)!

    Edição belíssima, como já é comum na Rocco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Tem muitos leitores que não gostam de soluções fáceis mesmo! :DD.

      Excluir
  3. Podem ler, é simplesmente excepcional, o triste é terem lançado o filme do primeiro livro que ficou ridículo, pois, nas mãos do Peter Jackson seria o filme a bater senhor dos aneis. Se pesquisarem encontrarão a legião de fãs de Eragon, e todos na esperançã de um remake e a continuação.

    ResponderExcluir